quinta-feira, 8 de março de 2018

O delegado - Henrique Schnaider



Resultado de imagem para desenho de delegado

O delegado
Henrique Schnaider


João Teodoro aceitou emocionado o cargo de Delegado da pequena Itaoca.

Foi programada a solenidade de posse, com a presença de todas pessoas ilustres da cidade, inclusive o Prefeito.

No dia, pediram ao pobre coitado que fizesse um discurso, deixando o infeliz engasgado, já que era analfabeto e com muitas dificuldades de oralidade, mal conseguiu balbuciar algumas palavras.

O público levado pelo entusiasmo com a nova autoridade da cidade, aplaudiu delirantemente, como se tivessem, acabado de ouvir uma peça oratória de Rui Barbosa.

Assim, prosseguiu a festa da posse daquele João ninguém que se desmanchava em mesuras a todas as pessoas presentes.

No dia seguinte assim que acordou, João Teodoro partiu a procura da Professora Antônia, única mestra de Itaoca.

O recém-nomeado Delegado, muito tímido, queria que a mestra lhe ensinasse o b a bá , mas queria que ela mantivesse sigilo, pois não seria interessante, que Itaoca, soubesse que o novo Delegado da cidade era completamente analfabeto.

Com o correr dos dias, ele foi dominando as letras e ficava cada vez mais sabido, aprendendo tudo sobre a língua e finalmente, acabou alfabetizado.

Nova festa na cidade e chamam João Teodoro para fazer um discurso para a Santa Padroeira, e para assombro de todos cidadãos de Itaoca, ouviram um discurso de um grande orador, com muitas qualidades, a ponto de falar por mais de uma hora.

Assim João Teodoro, se tornou, um respeitado Delegado e uma das pessoas mais ilustres da cidade, a ponto de ter sido convidado, para ser o paraninfo da formatura dos alunos da Professora Antônia, que feliz da vida, sabia que havia mudado a vida daquele homem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Em desalinho - Ana Catarina Sant’Anna Maues

Em desalinho Ana Catarina Sant’Anna Maues    Cheio de segredos ele vivia. Era homem de ações nada claras. Pessoa fria e calcul...