quinta-feira, 9 de março de 2017

Feitiços da Loba - Jany Patricio

Resultado de imagem para fazendo poção mágica

Feitiços da Loba       
Jany Patricio

Morgana foi convidada por uma amiga para participar de um grupo de mulheres que se reuniam uma vez por mês para ler e comentar os livros. Em cada encontro uma oferecia sua casa e as outras levavam sucos, pães, tortas, bolos salgados e doces e outras guloseimas. Lobas era o nome do grupo.

Foi marcado um dia para confraternização de final de ano onde cada pessoa demonstraria ou levaria algo que sabe fazer. Havia atriz, pintora, astróloga, poetisa, reikiana, numeróloga, cabalista, uma advogada que fazia mandalas com pedras, uma bancária que dançava flamenco. Sendo enfermeira e sem tempo para hobbies, Morgana ficou matutando enquanto as amigas diziam suas habilidades.

Meu Deus, o que vou dizer? Não sei fazer nada além de cuidar dos pacientes e da minha família.

— Morgana e você o que vai trazer? – Perguntou Helena, a organizadora do evento.

Saída de seus pensamentos num susto falou a primeira palavra que veio à cabeça.

— Feitiços. – Lembrando-se de um livro que sua mãe idosa deixava na cabeceira, onde estava escrito na capa: Feitiços.

Todas arregalaram os olhos!

Ela, sentindo-se poderosa fitou cada uma e disse levantando o queixo: — Eu sou uma feiticeira!

— Você nunca me disse que era feiticeira! – Exclamou Dorotildes, sua amiga.

        — Era um segredo. – Respondeu.

        Correu para a casa da mãe encontrou dormindo em sono profundo. Procurou aflita o livro no quarto. Encontrou na gaveta do criado mudo. Nas páginas amareladas receitas de emplasto e chás para dores de cabeça, estomacais, gripes, enjoos, inflamações, insônia, depressão, calos, diarreia, nefrite, verrugas, micoses, ressaca, e muito mais.

        A mãe deu uma espreguiçada e ao abrir os olhos viu a filha com o livro nas mãos.

        Morgana correu para junto dela e disse:

— Mãe, posso tirar cópia deste livro?

        Falando e bocejando ao mesmo tempo disse:

        - Filha, é com as receitas destes livros que tratei meus filhos, meu marido, parentes, netos, e amigos durante a vida. Agora ele é seu. Faça o que quiser com ele.

        A enfermeira abriu um sorriso, abraçou e beijou dona Manuela.

        Chegou o dia da reunião das Lobas.

        Na sua vez de se apresentar, Morgana tirou solene de uma caixa enfeitada com laços dourados um livro. Mostrou a capa para as amigas onde estava escrito “Feitiços”.


        — Aqui estão os feitiços de uma vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A ÚLTIMA CENA - Isabel Lopes

A ÚLTIMA CENA Isabel Lopes O destino, esse brincalhão, parecia não se cansar de empurrar Jandira por caminhos controversos....